Tratamento da alergia ocular

2019-10-22

Tratamento da alergia ocular

É fundamental consultar um médico Alergologista para determinar qual a alergia por trás das suas conjuntivites. Reconhecendo qual o alergénio envolvido, poderá evitar os estímulos fazendo mudanças na sua casa e na sua rotina.

Se a causa for alergia a pólens:
-Mantenha as janelas fechadas durante períodos de elevada concentração de pólen;
- Use óculos quando sair de casa para evitar que o pólen atinja os seus olhos

Se a causa for alergia a ácaros ou fungos:
- Use lençóis e cobertas anti-ácaros, para limitar a exposição, e um desumidificador para controlar o mofo (saiba mais nos artigos sobre ácaros e fungos)

Se a causa for alergia a animais:
-Lave as mãos após mexer num animal

Por vezes, para controlo de algum dos sintomas podem ser necessários medicamentos, alguns de venda livre sem prescrição médica:
- Lágrimas artificiais
- Gotas descongestionantes (não use este tipo de gotas por mais de uma semana ou os sintomas poderão piorar)
- Anti-histamínicos orais (note que podem tornar os seus olhos mais secos e aumentar a intensidade dos sintomas)

Claro que estes fármacos ajudam ao tratamento. No entanto, de forma a encontrar uma solução de longo-termo, será necessário apostar na prevenção e uma aposta na prescrição de medicamentos que maximizem a terapêutica e que previnam o desenvolvimento deste tipo de alergias, a um ponto em que as mesmas interfiram com a sua vida diária. Pode ser necessário também equacionar o tratamento com vacinas anti-alérgicas se não for possível eliminar completamente o contacto com os alergénios.

voltar

Últimos artigos

CONTAMINAÇÃO CRUZADA
“PODE CONTER VESTÍGIOS DE…”, o que significa?
Alergia ao leite de vaca e alergia ao cão… Qual a relação??
Quais são as doenças alérgicas mais frequentes?
Alergia aos excipientes dos medicamentos?
Alergia aos meios de contraste iodados
Reações aos medicamentos da hipertensão
Diferenças entre COVID-19 e Alergias
Anti-histamínicos: mais eficácia com menos efeitos adversos
Quando o resto da família não compreende ou aceita a alergia alimentar das crianças