Alterações do olfacto

2019-10-25

Alterações do olfacto

O olfato pode estar alterado de várias formas:

- Hiposmia ou anosmia - diminuição ou mesmo ausência total de olfacto

- Hiperosmia: aumento da olfacto, pode ocorrer na gravidez, hipertiroidismo, psicoses, lesão de ponta do lobo temporal, como na aura epilética, em insuficiência córtico-adrenal, na mucoviscidose (antes de desenvolver polipose nasal), na hiperplasia adrenal congênita virilizante não hipertensiva.

- Cacosmia: sensação de odores desagradáveis

- Parosmia/Disosmia: distorção de odores, interpretação errada de uma sensação olfatória, ocorre em neuropatias, nevrite gripal, aura epilética.

- Fantosmia: sensação de odores que não existem, , intermitente ou constante, os odores são geralmente descritos como "podre". Pode surgir como aura de epilepsia ou em portadores de nevrite gripal.

- Agnosia: inabilidade para classsificar, identificar ou constatar uma sensação de odor.


As distorções são geralmente muito mais perturbadoras para a qualidade de vida de uma pessoa do que uma simples perda de olfacto.

Todas estas alterações podem ser determinadas por distúrbios psiquiátricas, tumores cerebrais, IVAS, TCE, envelhecimento, doença nasal, podem ser desencadeados por estímulos específicos como stress, sons altos, cheiros fortes ou problemas dietéticos (má nutrição, obesidade e anorexia).
O objetivo do médico é definir cuidadosamente o problema (por exemplo, paladar versus olfacto, real versus percebido, uma versus duas narinas), realizar o exame e o teste apropriados e fornecer terapia, se possível. O tratamento inclui medicamentos tópicos, sistémicos, anestesia para partes do nariz e, raramente, encaminhamento para excisão cirúrgica de neurónios olfactivos. As operações transnasais endoscópicas têm a vantagem de tratar a fantosmia e, às vezes, permitir o retorno da capacidade olfactiva após a operação

voltar

Últimos artigos

Alergia ao leite de vaca e alergia ao cão… Qual a relação??
Quais são as doenças alérgicas mais frequentes?
Alergia aos excipientes dos medicamentos?
Alergia aos meios de contraste iodados
Reações aos medicamentos da hipertensão
Diferenças entre COVID-19 e Alergias
Anti-histamínicos: mais eficácia com menos efeitos adversos
Quando o resto da família não compreende ou aceita a alergia alimentar das crianças
Tratamento com vacinas para as alergias
Re-introdução do leite de vaca na dieta da mãe a amamentar bebé com APLV