Tudo o que gostava de saber sobre alergias sazonais

2019-05-24

Tudo o que gostava de saber sobre alergias sazonais

Por que, se há mais pólen no país na cidade, os sintomas são piores? A doença pode remitir espontaneamente? Ainda pratico desporto se estou em crise?

Chega a Primavera, as árvores florescem, tudo está cheio de pólen, a garganta coça, os olhos picam, o nariz pinga, os espirros não param… As chamadas alergias sazonais afetam uma grande parte da população portuguesa.

Mas então e o que é exatamente uma alergia sazonal?
É uma reação anormal e exagerada do nosso sistema imunitário contra pólen ambiental inofensivo. É chamado 'sazonal' ou ‘estacional’ porque os sintomas aparecem apenas em determinadas épocas do ano, quando as árvores e plantas polinizam: final do inverno, primavera e verão. Manifesta-se com sintomas de doença respiratória alérgica, conjuntivite, rinite e / ou asma brônquica.

Por que algumas pessoas têm e outras não?
É habitual uma predisposição genética, à qual se adicionam as circunstâncias ambientais de exposição ao alergénio. Há pessoas que nascem com uma predisposição especial para sofrer de qualquer tipo de alergia. Isso é chamado de atopia. Este risco aumenta a possibilidade de apresentar alergias, quando outros membros da família são afetados. Se ambos os progenitores têm alergias, o risco na descendência é bastante elevado.
Porém outros fatores contribuem, os lugares onde vivemos e trabalhamos até ao ar que respiramos e à comida que consumimos, o contributo do meio ambiente é também muito preponderante.

Como se distingue de uma constipação?
A rinite alérgica não causa febre ou desconforto como a constipação; e enquanto no caso de infeções os sintomas desaparecem em poucos dias, as queixas alérgicas persistem enquanto a exposição acontece. Além disso, se na mesma altura do ano alguém costuma apresentar sintomas nasais (comichão no nariz, séries de espirros ou pingo) e oculares (comichão e vermelhidão), é muito provável que seja alergia.

Uma alergia pode acabar a provocar asma?
O pólen induz a reação alérgica em todo o trato respiratório, que pode manifestar-se como rinite ou asma. Aqueles que começam por ter rinite alérgica são três a cinco vezes mais propensos a desenvolver asma alérgica do que um indivíduo normal.

Qual o papel da poluição?
As partículas poluentes dão origem a um pólen mais agressivo, com maior capacidade de induzir uma resposta alérgica. A poluição nas cidades também aumenta o tempo de exposição ao pólen, pois causa um fenómeno chamado inversão térmica que impede que os pólens deixem a atmosfera sobre as cidades. Assim, os sintomas são mais intensos nas áreas urbanas do que no campo, embora haja menos quantidade de pólen.

Posso tornar-me alérgico de um ano para o outro? E deixar de ser?

Podemos começar a manifestar alergias de um ano para o outro, mas desde que passamos a ser alérgicos é pouco provável que deixemos de o ser. As alergias são habitualmente crónicas. Cada ano dará origem a sintomas de intensidade variável, embora geralmente persistam ou piorem. Embora possa aparecer em qualquer época da vida, o início é mais frequente em crianças e jovens.

É verdade que é melhor tomar anti-histamínicos antes do início dos sintomas?
Pode ser, mas depende dos casos. Os sprays nasais é aconselhável iniciar até duas semanas antes da presença de pólen.

As vacinas valem a pena? Quando devo considerá-los?
As vacinas anti-alérgicas (imunoterapia específica) são opção de primordial interesse. Este é o único tratamento que tem eficácia abrangente sobre as vias aéreas e pode modificar o prognóstico da doença. Recomenda-se para qualquer pessoa cuja qualidade de vida se esteja a deteriorar, embora cada caso deva ser avaliado especificamente. A resposta é individualizada. A duração deste tratamento é de três anos - existem duas opções para o cumprir neste período de tempo: injeção 1 x mês ou gotas orais diárias.

Que mudanças posso fazer para lidar melhor com a alergia?
Mantenha as janelas de casa fechadas durante o dia, especialmente no início da manhã. Evite colocar a roupa a secar no exterior. Quando chegar a casa, tome um duche e troque de roupa. Evite andar com as janelas do carro abertas e se andar de mota prefira um capacete integral.
Conheça o calendário de pólen da área em que reside e siga as contagens para tomar medidas de prevenção.

O exercício é recomendado durante um episódio de alergia?
Se for ao ar livre, melhor evitá-lo em alturas de alta exposição alergénica, ou seja, preferir ao final do dia e evitar as manhãs.

Quando devo ir ao médico?
Desde o primeiro momento, para uma gestão integral e não um mero tratamento sintomático. O Alergologista irá realizar, especialmente em casos persistentes ou graves, um estudo para detectar o alergénio responsável pela sua doença. É um teste cutâneo, sem desconforto para o paciente, cujos resultados são conhecidos em apenas 15 minutos.

voltar

Últimos artigos

Tratamento com vacinas para as alergias
Re-introdução do leite de vaca na dieta da mãe a amamentar bebé com APLV
Que desportos o asmático deve escolher e quais deve evitar?
Dormindo com o inimigo - O QUE A SUA CAMA ESCONDE!
Sobre a tosse
Alterações do olfacto
A dieta na gravidez / amamentação e o risco de alergia alimentar no bebé
Tratamento da alergia ocular
Alergia ocular
Anafilaxia - tratamento